Vestir poesia, Costurar Afetos

Vestir poesia, Costurar Afetos

As histórias impressas no vestir.

Para a coleção cápsula de Dia dos Namorados, nos conectamos a 5 autoras brasileiras e registramos seus escritos em nossas roupas vivas. 

Esse encontro nos levou até narrativas de atravessamentos, entrelaçamentos, arrebatamentos, despertar, resistência e amor próprio. 

Celebramos os corações suspensos, os sorrisos e desejos traçados.

Os poemas de Nina Rizzi, Virginia Guitzel, Eveline Sin, Mariana Caldas e Cristine Takuá foram reunidos neste video-colagem de Mariana Caldas.  

 

 

Conheça as autoras

Nina Rizzi nasceu em Campinas - SP e vive em Fortaleza - CE. É escritora, tradutora, pesquisadora e professora. Formada em História pela UNESP e Mestra em Literatura Comparada pela UFC. Traduziu obras de Alejandra Pizarnik, Susana Thénon, bell hooks, Alice Walker, Ijeoma Oluo, Abi Daré, entre outres. É autora de "Tambores pra n’zinga", "A duração do deserto", "Geografia dos ossos", "Quando vieres ver um banzo cor de fogo" e "Sereia no copo d’água" e do infantil "A melhor mãe". Em Fortaleza faz laboratórios de escrita criativa com mulheres e integra as coletivas
Pretarau - Sarau Das Pretas e Sarau da B1.
 

 

Eveline Sin nasceu em Natal - RN e vive em São Paulo - SP. 
É artista, poeta e compositora, com formação em Comunicação Social. Autora de “FEVEREIRO”, 2018; Capim Santo - Eveline Sin Até Aqui”, 2017; “Manga Espada”, 2015; “Na Veste Dos Peixes As Palavras De Ontem”, 2014, todos pelo selo doburro. Seu livro de estreia é o “Devolva Meu Lado De Dentro”, ano 2012, selo doburro e editora jovens escribas. Em dezembro de 2020 lançou C A N I N A N A, também um livro de poemas. Em 2016 criou a AREIA inutensílios, onde uniu o gosto por balangandãs e sua poesia, transformando em colares poemas pra levar no peito. É criadora do 37GRAUS - poesia em vinil, projeto que se desdobrou também em show e sarau. É também idealizadora do Menor Slam Do Mundo, sarau doburro, selo doburro e o podcast LITHERATÓRIO. No graffiti desenvolve sua pesquisa artística desde 2007, onde descostura dores e agonias com muita força e personalidade, cria seu universo onde tudo se torna possível, seu absurdismo. POEMATEMÁTICO é sua pesquisa que une poesia e artes visuais. 

 

Mariana Caldas nasceu no Rio de Janeiro - RJ e vive em São Paulo - SP. 
É diretora, fotógrafa e jornalista. Se formou em Jornalismo pela faculdade Cásper Libero.
Escreve para a plataforma de conteúdo Hysteria e colabora para diversas marcas no mercado de moda e beleza. Seu trabalho autoral investiga natureza selvagem que vem de dentro, e nos convida a descobrir os caminhos da alma com leveza, elegância e harmonia.

 

 

Virgínia Guitzel nasceu e vive em Santo André - SP.
É travesti, poeta e comunista. É estudante de Relações Internacionais na UFABC e trabalha como Auxiliar Técnica de Educação (ATE) em São Paulo. Publica poesias e crônicas sobre a realidade das travestis na Coluna “Meu corpo, um campo de batalha”. Teve seu poema Colorir inserido no longa metragem “O Advento de Maria”.   Também participou da elaboração do livro “A precarização tem rosto de mulher” das Edições ISKRA com o texto “Os operários diziam: ‘ela veio nos apoiar’”, publicou o artigo “Notes From Brazil” na Transgender Marxism (PLUTO PRESS) do Reino Unido.

 

Cristine Takuá nasceu e vive na Terra Indígena Rio Silveira, localizada entre Bertioga e São Sebastião - SP. É filósofa, artesã, educadora, mãe, parteira, pensadora do povo Maxakali e coordenadora do programa de apoio às escolas vivas. Tem licenciatura em Filosofia pela UNESP - Marília, ministra aulas de Filosofia, Sociologia, História e Geografia na EE Indígena Txeru Ba’e Kua-I, DER Santos. Atualmente é membro fundadora do Forúm de Articulação dos Professores Indígenas na Estado de São Paulo (Fapisp),  fundadora e conselheira do Instituto Maracá. 

 

Todas as camisetas foram estampadas em silk usando pasta de ferro feita artesanalmente em nosso ateliê. 

Para comprar as peças, clique aqui.

Fotos: Mariana Caldas 

Ler mais

Do sertão à indústria - Jacquard de Algodão Orgânico

Do sertão à indústria - Jacquard de Algodão Orgânico

Diálogos do Vestir #5 - Juliana Maia

Diálogos do Vestir #5 - Juliana Maia

Diálogos do Vestir #6 - Caia Ramalho

Diálogos do Vestir #6 - Caia Ramalho