Malas de Picnic

Malas de Picnic

A partilha afetuosa dos alimentos foi uma das saudades que tivemos em 2020.

Em volta da mesa, construímos muitas memórias. Nossa Mala de Picnic chega então repleta de produtos artesanais para serem degustados em pequenos encontros, com cuidado, prazer e tempo. Um convite à partilha do degustar com os sentidos, contemplando o que está ao nosso redor. 

 

 

É uma forma de ampliarmos e fortalecermos nossa rede de antigos e novos parceiros. Nutrirmos o corpo não só com roupas vivas, mas também com gostos e cheiros da nossa terra.  

 

A Mala, feita em palha de carnaúba por artesãs da Associação de Itaiçaba, no Ceará, reúne histórias e sabores de diferentes cantos do Brasil, produzidos em agricultura e pecuária familiar e orgânica, com manejos sustentáveis. 

 

Do Semiárido Baiano, o Doce de Umbu Orgânico, da linha Gravetero, produzido pela COOPERCUC, Cooperativa de Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá, que atua junto a 450 famílias em 18 comunidades, envolvidas na produção de doces cremosos, de corte, compotas e polpas.

 

Amora Fermentada no Mel do Lano Alto | Doce de Umbu da Coopercuc 

 

O grupo promove a melhoria da qualidade de vida dos produtores, através da organização da produção e comercialização. O carro chefe são os doces feitos de umbu, uma fruta suculenta, rica em sais minerais e vitaminas. Uma maravilha que conta a história da Caatinga pelo paladar: brilhante, suculento e fragrante.

 

Vindo do Cerrado, temos as Castanhas-de-Baru, frutos do Baruzeiro, uma árvore nativa do Bioma, fornecidas pela Coopabase, cooperativa atuante no município de Arinos, que fortalece o extrativismo e a agricultura familiar, contribuindo para o desenvolvimento da região com base na sustentabilidade e na economia solidária. 

Na receita do Sítio Boca do Mato, de Goiás, a Castanha-de-Baru se mistura a ervas frescas para fazer a Pasta de Baru, uma espécie de pesto que ganha variadas aplicações na cozinha como massas, lasanhas e aperitivos. 

 

Pasta de Baru do Sítio Boca do Mato | Castanhas-de-Baru da Coopabase 

 

A responsabilidade socioambiental é a premissa fundamental do Sítio Boca do Mato. Além de produção pautada no uso sustentável de ingredientes naturais, o estabelecimento trabalha com a implantação de sistemas agroflorestais (SAFs) e adota medidas para conter os impactos negativos que podem ser causados ao ambiente natural, como o manejo do solo, a utilização de fossa ecológica e o aproveitamento da água cinza dos banheiros para irrigação dos jardins.

 

A Central do Cerrado, uma de nossas parceiras para este picnic, reúne alguns desses produtores. A Cooperativa trabalha junto a comunidades atuantes na conservação do bioma, fortalecendo a geração de renda e o protagonismo social a partir da compreensão do Comércio Justo e Solidário. 

Do território indígena Tupiniquim e Guarani, em Aracruz, Espírito Santo, temos o Mel Tupyguá, um mel maturado de uruçu-amarela, abelhas sem ferrão, nativas da região. É produzido pela Coopygua, cooperativa fundada em 2018, motivada pelo trabalho com abelhas nativas, que tem objetivo de organizar e viabilizar a comercialização formal dos produtos.

 

O Queijo artesanal de ovelha tipo Boursin é produzido pela Queijaria Rima, em Porto Feliz, São Paulo. Um queijo cremoso em formato de bolinha, conservado no azeite de oliva, óleo de girassol e temperado com ervas do sítio e pimenta rosa.

 

A Rima é especializada na produção de queijos artesanais com leite de ovelha, cuidando de todos os processos, desde a criação das ovelhas até a elaboração e fabricação dos queijos com receitas próprias. 

 

Queijo Boursin da Queijaria Rima | Mel da Coopygua 

 

Ainda do interior de São Paulo, temos as amoras fermentadas em mel, do Lano Alto, uma fazenda experimental de Catuçaba, na Serra do Mar, que rende experiências, eventos e produtos sobre a vida rural e suas tradições, histórias e saberes. A receita leva amoras pretas de espinhos orgânicas, selecionadas manualmente, e mel cru puro. 

 

Brindamos a seleção com o vinho vivo Moscato Bianco/Chardonnay, produzido pela Vivente, pequena vinícola de Colinas, Rio Grande do Sul, com uvas orgânicas colhidas manualmente em Serra Encantada. Seu processo de vinificação e engarrafamento é feito sem filtragem e não utiliza aditivos. 

 

Vinho Moscato Bianco / Chardonnay da Vivente 

 

A Vivente nasceu da amizade entre amigos que se uniram para produzir vinhos de verdade, com alma, sem seguir tendências e sempre respeitando o tempo, a natureza e as vivências na agricultura e vinificação. Produzem vinhos naturais, feitos apenas de uvas fermentadas espontaneamente por leveduras selvagens.

 

Para servir, nossa toalha e guardanapos feitos em tecido 100% linho tingido em nosso ateliê com cascas de cebola, um jogo de cumbucas de barro colorido do Vale do Jequitinhonha, moldados pelas mãos de Artesãs de Coqueiro Campo, através de um saber que atravessa gerações e colher de madeira feita pela Capitania das Fibras.  

 

 

Nesse encontro de produtores, celebramos a grandiosidade do Brasil em matérias-primas naturais, nos saberes e fazeres que respeitam o tempo e resguardam nossa biodiversidade, nossas tradições e criações.  

 

A Mala de Picnic está disponível em nossas lojas físicas. 
Para comprá-la clique aqui e fale com nossa equipe pelo Whatsapp.

 

Loja Jardins: 11 97061 8120
Loja Vila Madalena: 11 97071 4452

 

Escrito Maria Beatriz Machado e Sabrina Morais

Ler mais

Acessórios Pomar - Os frutos da Capitania das Fibras

Acessórios Pomar - Os frutos da Capitania das Fibras

Cerâmicas do Jequitinhonha

Cerâmicas do Jequitinhonha

Linha Bem-estar: cheiros para o corpo e para a casa

Linha Bem-estar: cheiros para o corpo e para a casa